Instituto IT Mídia e Scala Data Centers concedem 24 bolsas de engenharia

Iniciativa da Scala fomenta inovação e novas soluções para a construção de data centers na região, gerando maior ganho de escala, flexibilidade e redução no tempo de entrega dos projetos 

Jovens de baixa renda foram selecionados em instituições parceiras da capital e grande São Paulo

SÃO PAULO –21 de fevereiro de 2022 – Com foco em formar profissionais especializados para a indústria de data centers e incluir jovens de baixa renda no meio acadêmico, o Instituto IT Mídia e a Scala Data Centers formaram uma parceria para conceder 24 bolsas integrais de estudo divididas entre os cursos de engenharia mecânica, engenharia civil e engenharia elétrica.

Essa é a segunda turma do Programa de Formação de Engenheiros, uma iniciativa patrocinada pela Scala Data Centers e que já beneficiou um total de 52 estudantes. O programa teve início em 2021 com um grupo de 28 estudantes. Destes, nove já foram contratados pela empresa.

“Reconhecemos nossa relevância no mercado e entendemos nosso papel e responsabilidade em contribuir para a construção de um mundo melhor para as pessoas, sejam elas colaboradores, parceiros ou sociedade.​ Nesse sentido, fomentar a educação conectada ao mercado profissional é uma iniciativa poderosa e que impacta positivamente nossa comunidade. Temos muito orgulho de sermos parceiros da IT Mídia nesse projeto”, avalia Marcos Peigo, CEO da Scala.

Os estudantes foram selecionados em instituições parceiras do Instituto IT Mídia, localizadas na capital e Grande São Paulo, como Passos Mágicos, Nossa Senhora de Fátima, Fundação Bradesco, Senai Itapevi, Senai Santo Amaro e Senai Tatuapé.

“Ao longo de nossa história, distribuímos mais de 600 bolsas de estudo. Sabemos da importância da educação para inclusão social e que muitos jovens de baixa renda não têm a oportunidade de cursar Engenharia, uma graduação com custo elevado, disputado e com alta demanda no mercado de trabalho”, comenta Vitor Cavalcanti, diretor-geral do Instituto IT Mídia.

A maioria dos selecionados já manifestava interesse por uma das engenharias ou vinha de cursos técnicos que davam base para um curso como este. Além da seleção promovida pelo Instituto IT Mídia, que monitorou interesse, vocação e crivo de renda familiar, todos foram submetidos ao processo seletivo da Universidade Anhembi Morumbi.

Fonte: IT Mídia